Blog da GCMCGRJ, destinado a mostrar as nossas ações e também para receber criticas e sugestões para cada dia melhor atender a nossa população. Guarda Civil Municipal você conhece você confia.

quinta-feira, julho 02, 2015

Com uniforme escolar, adolescente assalta mulher e dá tiro para o alto

Pânico no Centro no início desta tarde. Durante a fuga, adolescente armado ainda entrou em um ônibus da linha do Pq. Imperial


PM-menor menor-detido menor-detido1revólver calibre 381 revólver calibre 38

Um adolescente, de 16 anos,  armado com um revólver, e trajando uniforme descolar, roubou a bolsa de uma mulher e atirou para o alto em pleno Centro da cidade, no início da tarde desta quinta-feira(02), por volta das 13h, causando pânico. Ele acabou detido por populares, na Avenida XV de Novembro, nas proximidades do Campos Shopping.


estudante-armado1 estudante-armado estudante-armnado

De acordo com a polícia, o adolescente assaltou a mulher na rua Carlos de Lacerda. Depois disso, entrou em um ônibus que faz a linha Imperial na tentativa de conseguir fugir.
Com a aproximação de populares e de dois bombeiros, o estudante saiu correndo do coletivo e ainda disparou um tiro para o alto.
O suspeito conseguiu atravessar a Avenida XV de Novembro, mas foi alcançado populares e agentes da Guarda Municipal  próximo ao Campos Shopping.
O tumulto causou pânico no Centro e muitas pessoas ficaram assustadas.
Antes de ser capturado, o estudante se desfez da bolsa da vítima. Guardas Municipais detiveram o adolescente e o encaminharam para a 134ª DP/Centro.
Com o menor, os agentes encontraram um revólver calibre 38 e cinco munições, sendo uma deflagrada.
 

Guarda Civil Municipal forma mais 50 agentes de trânsito

 
Os 50 agentes de trânsito da Guarda Civil Municipal (GCM) participaram da cerimônia de formatura do curso de capacitação continuada que abriu vaga para dois agentes de trânsito da Empresa Municipal de Trânsito de São Francisco de Itabapoana (Emtransfi). O comandante da GCM, Wellington Levino, disse que no próximo curso, agendado para agosto, guardas municipais de São Fidélis também deverão participar.

- No próximo curso também abriremos vagas para municípios vizinhos. Só com a capacitação conseguiremos ocupar espaços. É desta forma que cada vez mais vamos nos profissionalizando - destacou o comandante da GCM. A agente de trânsito, Simone Rangel, 40 anos, há oito na GCM, disse que o curso soma em sua carreira. “É um somatório grande que aplicaremos nas ruas e soma em nossas carreiras”, afirma.

O agente de trânsito de SFI, Frederico Cézar, elogiou o curso, e disse que o aprendizado foi o melhor possível. “Foi muito importante esta oportunidade e vamos levar este conhecimento aos nossos companheiros. O aprendizado foi o melhor possível”, contou. 

A cerimônia, realizada no Centro Administrativo José Alves de Azevedo, sede da Prefeitura de Campos, contou com a participação de representantes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Superintendência de Paz e Defesa.
 

domingo, junho 21, 2015

Campos 24 Horas ENTREVISTA Sávio Tatagiba, comandante da Guarda Ambiental Municipal (GAM)

Em Campos, cada macaco no seu galho


Savio - RJ -  (4)
Em se tratando de meio ambiente, Campos saiu na frente ao seguir uma determinação de lei e fez escola. Foi assim ao acatar o Decreto Estadual 5.100 de 2007, que dizia que cada município deveria criar seu Conselho de Meio Ambiente, Fundo Municipal de Meio Ambiente, Secretaria de Meio Ambiente e Guarda Ambiental Municipal (GAM). Caso contrário, o município não receberia o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) – Verde. Até aí tudo bem, Campos seguiu as quatro diretrizes. E ao criar, há três anos, seu Grupamento Ambiental, que é um braço da Guarda Civil Municipal, passou a visitar municípios vizinhos para palestras e implantação do grupamento por lá.
Hoje, dos 92 municípios do Estado, somente 72 têm implantado seu GAM.  E hoje o grupamento de Campos faz palestras de conscientização pelos quatro cantos da região, além da atuação em crimes ambientais diversos, como caça e pesca ilegal, desmatamento, queimadas, resgate e apreensão de animais silvestres, entre outros. O biólogo e comandante do GAM, Sávio Domingos de Figueiredo Tatagiba, concursado da Guarda Civil Municipal há sete anos, especializado em educação ambiental pela UFF, é um apaixonado pelo trabalho, já que foi isso que estudou durante anos. Segundo ele, é importante que as crianças se conscientizem da importância de preservação do meio ambiente, já que serão os adultos de amanhã.
Savio - RJ -  (2) 

Campos 24 Horas – Qual é a finalidade, de fato, do Grupamento Ambiental?
Sávio Tatagiba – A proteção dos bens ecológicos e ambientais do município, cabendo proteger e fiscalizar, de forma preventiva, permanente e comunitariamente, as Áreas de Preservação Ambiental (APA) e de mananciais do município. Tudo isso visando prevenir e reprimir ações predatórias. Também tem a função de atuar em apoio às ações da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Meio Ambiente.
C24H – Mas que áreas de preservação e mananciais são esses?
Sávio – O nosso Parque Municipal Taquaruçu, que fica perto da Usina São João, além da APA de Lagoa de Cima, APA do Morro do Itaoca e a APA do Lagamar em Farol de São Thomé. E quanto aos mananciais, temos 22 lagoas, com destaque para a Lagoa Feia e a Lagoa de Cima. Aliás, a Lagoa Feia é a maior lagoa de água doce do país.
C24HQuanto aos crimes ambientais cometidos, quais são?
Sávio – Resgate e apreensão de animais silvestres (em três anos, 542 ações), caça e pesca ilegal (no mesmo período, 128 ações), maus tratos (64 ações) e desmatamento, queimadas, poluição diversa e contra o patrimônio público (63 ações). Mas, fora os crimes, atuamos também na soltura ou encaminhamento de animais silvestres, fiscalização ambiental, apoio a outros órgãos e na educação ambiental com palestras de conscientização em escolas.
C24H – A maioria dos crimes ambientais diz respeito a animais silvestres. Certo?
Sávio – Sim, a maioria pássaros. Mas tem de tudo. Somente nos últimos 30 dias, por exemplo, resgatamos 22 gambás, um gavião carijó, dois jacarés de papo amarelo, um tamanduá mirim, uma cobra jibóia, duas cobras papa pinto e 37 aves silvestres, entre elas, coleiros, tizius, trinca ferros, canários da terra e outros. Há uma semana mesmo, aqui em Campos, no parque Eldorado, resgatamos um jacaré de um metro e sessenta, no quintal de uma residência, dentro de uma fossa.  A casa fica próxima a uma lagoa e a dedução é de que ele tenha saído de lá, se perdendo no caminho e chegando à casa.
C24H – Voltando aos pássaros, como ficam os que são comercializados nas casas de venda de animais?
Savio - RJ -  (6) 

Sávio – Os exóticos são autorizados, como o caso das calopsitas, periquitos, canários belgas, entre outros, que vieram de outros países. E os pássaros silvestres são autorizados pelo Ibama. Em Campos só uma casa comercial deste tipo é autorizada à venda de animais silvestres, uma na avenida Nilo Peçanha.  Em lojas credenciadas os animais são de cativeiro, não são retirados da natureza. As outras lojas que existirem, se não tiverem autorização do Ibama e venderem esse tipo de animal, são clandestinas.
C24H – É aí que entra o tráfico de animal?
Sávio – Sim. O tráfico de animais existe em todos os lugares do mundo. Trata-se da pessoa que obtiver lucro na captura e venda de animais silvestres, que está no Artigo 29 da Lei 9.605/28, a Lei de Crimes Ambientais. E o maior traficado no mundo ainda é o papagaio, animal que pode ser visto em quantidade aqui, na região do Imbé. A punição para o criminoso é de até um ano de prisão ou multa de R$ 500 a R$ 5 mil por animal, se este estiver em extinção.
C24H – E os animais que saem do seu habitat e aparecem nas ruas, avenidas e residências da área urbana? Como explicar isso?
Sávio – Isso pode ser proveniente dos desmatamentos e redução do seu habitat, entre outros. Tem época que eles estão se dispersando, procurando novos lugares e acabam na área urbana. O principal perigo no caso dos animais silvestres são as zoonoses, que dependem de cada espécie, podendo ser pelo simples contato ou, mesmo, pela defesa do animal com mordida. O gambá, por exemplo, transmite o vírus da raiva, assim como o cachorro do mato e o morcego. Já as serpentes, cada uma tem um tipo de perigo, até de vida.



Savio - RJ -  (3)
C24H – Como pode ser feito contato com o Grupamento ambiental?
Sávio – Atuamos de segunda à sexta-feira, das 7 às 19h, além de finais de semana em sistema de plantão e escala. Solicitações podem ser feitas pelo telefone 153, que é da Guarda Civil Municipal, e pelo nosso, (22) 2725-6483. Temos uma equipe de trabalho e 40 agentes já formados que podem atuar em caso de necessidade, todos da Guarda Civil Municipal.

Fonte - Campos24horas

sexta-feira, junho 19, 2015

Operação contra transporte alternativo irregular


O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), com o apoio da Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM), iniciaram uma operação, às 9h desta sexta-feira (19), para verificar irregularidades de transportes alternativos em Campos. Segundo os agentes, não há previsão para término.
Nas primeiras horas da operação, duas vans foram apreendidas por não possuírem um certificado de vistoria, que autoriza a circulação das conduções. Uma das vans fazia a linha Penha/Pecuária e a outra, Centro/Jockey. Segundo o IMTT, os veículos ficarão apreendidos até que os documentos sejam regularizados.
Em nota, a assessoria da Prefeitura de Campos informou que, "o agente fiscal do IMTT, Alexandre dos Santos explicou que a fiscalização realizada com apoio da GCM e PM não se trata de uma operação, cujo período tem início e fim, mas de uma ação regular, executada em horários e pontos diferenciados. Hoje o alvo foi o transporte alternativo regularizado, cuja maior infração é o excesso de passageiros. A fiscalização continua". 

Fonte - fmanha

domingo, junho 14, 2015

Programa da Guarda com atuação nas escolas da rede municipal

ENTREVISTA com o coordenador do Programa Ronda Escolar, o guarda municipal Eneci Paulo




eneci4O pioneirismo da Guarda Civil Municipal (GCM) de Campos ao lançar, há seis anos, um projeto, inicialmente pequeno, sem grandes abrangências, fez com que outros municípios da região também fizessem o mesmo. E esse projeto foi crescendo, crescendo, crescendo, a ponto de se transformar em um programa que, embora tenha como princípio a rede municipal de educação, vez por outra, quando solicitado e na medida do possível, também é desenvolvido na rede estadual e até mesmo na particular da cidade. Tudo prova sua importância dentro do contexto educação. Mas seria importância ou necessidade? Eis a questão.
Assim é o Programa Ronda Escolar, presente hoje em 101 escolas da rede municipal. O atual coordenador do programa é o mesmo que há seis anos recebeu a incumbência do então comandante da GCM, Francisco Melo, de criá-lo: Eneci Paulo. Mas como tudo era muito novo, ele saiu pesquisando e estudando o assunto, além de ir conhecer de perto o modelo já praticado na cidade do Rio, adaptando-o para a realidade local. Eneci Paulo e sua equipe formada por um subcoordenador, 12 agentes e dois palestrantes, desenvolve palestras educativas e preventivas com os estudantes e, também, com os pais que, em muitos casos, são diretamente responsáveis por determinadas atitudes dos filhos.

Veja a entrevista
Campos 24 Horas O que é o Ronda Escolar de fato?
Eneci É um programa educativo e preventivo, para ser desenvolvido no ambiente escolar municipal. Hoje atendemos a 101 unidades, diariamente, com palestras sobre violência, sexualidade, drogas, comportamento, entre outros, não só para os estudantes como também para os pais, além do patrulhamento que é feito em torno dessas unidades. E procuramos atender aos quatro cantos do município, desde Santo Eduardo, passando pela Baixada, além de Guarus e lado contrário do rio.
C24H E a segurança fora da escola também é com o pessoal do Ronda Escolar?
Eneci Segurança fora da escola, na rua, é com a Polícia Militar, a instituição que tem essa atribuição. Nosso trabalho é preventivo no ambiente escolar, proporcionando sensação de segurança para os corpos docente e discente. Também interagimos e orientamos os alunos no ir e vir para a escola, além de realizarmos as palestras educativas. Em caso de violência dentro da escola, atuamos de forma integrada com assistentes sociais, conselho tutelar e órgãos afins, tentando resolver aquele problema, para que ele não se repita.
C24H Você falou da necessidade de conversar também com os pais. Porque?

eneci3
EneciPorque muitas vezes a criança ou jovem presencia determinadas situações e acabam querendo incorporar isso na sua vida, levando para a escola. Por isso conversamos com os pais neste sentido, da não participação dessas crianças e adolescentes na vida do seu responsável, para que não sirva de mau exemplo. Sem falar na necessidade de se impor autoridade, para que ela não venha a desrespeitar seus superiores dentro da escola. E o pior é que muitas vezes, quando a criança erra, os pais querem culpar a escola, transferir responsabilidades.
C24H Você quer dizer que a família tem tanta responsabilidade quanto a escola. É isso?
Eneci Com certeza. Muitas vezes o adolescente leva para a escola aquele comportamento que é mantido em casa ou. Então, que ele presencia. Ainda é muito comum a mentalidade de pais que acham que quem tem que educar é a escola e não eles em casa e aí que está o grande problema. Muitos pais também não têm conhecimento e são levados pela mídia, que aponta o que não pode, mas também não mostra como fazer. Os pais podem corrigir seus filhos em bom tom, é uma maneira de educar, mostra autoridade, respeito, por exemplo.
C24H E como é a relação do Ronda Escolar com os pais nestas palestras?
Eneci Muito boa. Para você ter uma ideia, depois muitos vêm nos perguntar como fazer para mudar seu filho, como se fosse assim rápido, de uma hora para outra. Já os adolescentes não, na maioria das vezes eles acreditam que o que fazem é o certo e muitos relutam em mudar o comportamento. Mas também têm alguns que já começaram a mudar, passaram a ajudar ao outro, formando uma corrente, o que é muito bom.
C24H Depois que o programa passa por determinada escola, ela fica desguarnecida?

eneci2
Eneci Não, nós voltamos lá na mesma semana, às vezes, até mesmo no outro dia, dependendo do caso. Neste caso, as palestras demoram mais para acontecer, porque não dá para fazer uma palestra em um dia e outra na mesma semana. Mas as visitações acontecem, por isso que trabalhamos todos os dias, sem parar. E também fazemos um mapeamento das unidades que precisam de maior atenção, aquelas que apresentam mais problemas. Ou, então, a própria direção nos orienta nesse sentido.
C24HO programa tende a se expandir com o tempo?
Eneci Sim, acreditamos que no segundo semestre. Hoje basicamente trabalhamos com os jovens, mas vamos também passar a atuar com as crianças, de 5 a 10 anos, porque serão adolescentes daqui a alguns anos. E começando a aprender nesta fase, chegarão a adolescência já conscientizados dos seus direitos e deveres. Neste caso a palestras serão com fantoches, entre outros recursos, para melhor assimilação. Também vamos trabalhar para que a direção leve as crianças até à GCM, porque muitas têm medo da gente, falam logo: É a polícia. Por isso nós do Ronda Escolar mudamos o uniforme, colocamos o que é usado no administrativo e de passeio, este azul mais claro.

Fonte - Campos24horas

Jovem de 23 anos, suspeito de cometer vários furtos, detido pela Guarda Civil

Homem foi levado para a 134ª Delegacia Legal do Centro
Um jovem foi detido na manhã deste domingo (14/06) por uma equipe da Guarda Civil Municipal, suspeito de receptação e também de cometer diversos furtos na área central de Campos.
Segundo informações dos agentes, o suspeito identificado pelas iniciais M.C.P, de 23 anos, que já vinha sendo procurado durante toda a semana, estava em uma motocicleta na Avenida 28 de Março com Rua João Maria, quando teria avançado o sinal de trânsito.
A equipe da GCM pediu para que o motociclista parasse, mas o mesmo fingiu que iria obedecer a ordem, porém tentou fugir. A Guarda Civil seguiu o suspeito e conseguiu fazer a abordagem na Rua Cardoso Moreira, no bairro Turf Club.
O jovem estava um uma moto CG 150, cor preta, que foi constatada ser produto de furto. Ainda de acordo com  os agentes, o suspeito já teria passagem pela polícia por furto e assalto à mão armada. O homem foi levado para a 134ª Delegacia Legal do Centro.
Segundo o comandante da Guarda Civil Municipal, Welington Levino, que o trabalho de combate a criminalidade que a GCM tem feito é muito importante. “Desde que começamos a intervir mais contra a criminalidade, o nosso trabalho se legitimizou, quando pensamos que o maior bem do nosso trabalho é a proteção da população. Nosso trabalho fica mais visível, já que possuímos um trabalho de técnicas e o apoio do Grupo de Ações Especiais (GAE). No dia 01 de junho concluímos o curso de policiamento comunitário, onde os agentes se colocam ao lado da sociedade”, finalizou o comandante.



Fonte - Ururau

sábado, junho 13, 2015

Guarda Ambiental apreende pássaros silvestres

Aves foram encontradas na estrada da Fazendinha


gaiolas1

Cerca de 24 pássaros silvestres foram apreendidos por uma equipe da Guarda Ambiental (GAM), na tarde deste sábado (13) na Estrada de Fazendinha, nas proximidades da Penha, em Campos.
De acordo com informações dos agentes, após receber uma denúncia os militares foram até uma mata na estrada. Um grupo de homens fugiu do local assim que avistou a guarnição.
Os suspeitos deixaram 24 gaiolas, cada uma com um pássaro silvestre e 16 alçapões para caça. Os pássaros são das espécies tiziu, papa-capim, coleiro, papa-capim da serra e canário da terra.
Todo o material apreendido foi encaminhado para 134ª DP/centro, onde a ocorrência será registrada. As aves serão encaminhadas para o Centro de Pesquisa da Uenf e posteriormente para soltura. Participaram da ação os agentes Genesi, Ronildo e Elienilton.

Fonte - Campos24horas

terça-feira, junho 09, 2015

Flagrado ao assaltar no Jardim São Benedito

Usando uma faca, suspeito cometeu um assalto e foi capturado na rua Carlos de Lacerda


08 08-06 081 084

Um homem, que não foi identificado, foi preso em flagrante minutos após cometer um assalto na tarde desta segunda-feira (08) por volta das 15h50, na rua Carlos de Lacerda, perto do Jardim São Benedito, no Centro de Campos.
De acordo com informações da polícia, o suspeito assaltou uma senhora nas proximidades do 082

Jardim São Benedito. Uma Guarda Municipal presenciou de longe a ação do suspeito. Ela, então, pediu apoio a Guarda que deslocou uma viatura para fazer buscas ao homem.
O suspeito foi encontrado na Carlos de Lacerda e se desfez da arma, uma faca. O homem jogou o objeto dentro do quintal de uma residência. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou o suspeito para delegacia do Centro.
Os moradores da rua, reconheceram o homem como suspeito de cometer pequenos furtos na região. A senhora que foi assaltada também esteve no local e fez o reconhecimento.
A polícia não informou o que foi levado na senhora. A faca foi encontrada na varanda de uma casa. O homem foi encaminhado para 134ª DP/Centro, onde a ocorrência será registrada.

fonte - Campos 24 horas

terça-feira, maio 19, 2015

COMUNICADO

                

           O CMT da Guarda Civil Municipal de Campos dos Goytacazes,Wellington de Souza Levino
comunica a todos os servidores da GCM que o TELECENTRO já encontra-se em funcionamento na nova sede na Av. José Alves de Azevedo, para melhor acomodação dos seus profissionais e aprimoramento nos estudos da rede SENASP.

Fonte - GCMCG-RJ

domingo, abril 12, 2015

HOMENAGEM

video

Uma pequena HOMENAGEM para um irmão de coração tão grande.
De todos os irmãos de sangue azul da Guarda Civil Municipal de Campos.
Descanse em PAZ irmão. 


Fonte - Guarda Municipal de Campos dos Goytacazes - RJ