Blog da GCMCGRJ, destinado a mostrar as nossas ações e também para receber criticas e sugestões para cada dia melhor atender a nossa população. Guarda Civil Municipal você conhece você confia.

quinta-feira, novembro 17, 2011

Ação conjunta fecha quatro hotéis no Centro de Campos nesta quinta

Suspeita de prostituição e tráfico de Drogas nos estabelecimentos
 
Uma ação conjunta da Secretaria de finanças, Vigilância Sanitária, Fiscalização de Posturas e da Coordenadoria de Segurança e Ordem Pública de Campos atuou na tarde desta quinta-feira (17/11) em hotéis no Centro de Campos.

A ação atendeu a uma solicitação do Ministério Público Estadual de que fossem apuradas irregularidades que estariam favorecendo ao rufianismo, ao tráfico de drogas, prostituição infantil e ao tráfico de drogas, principalmente na área da Rua Lacerda Sobrinho, nas proximidades do Colégio Estadual Nilo Peçanha.

Neste endereço, dois estabelecimentos, um no número 129 e outro no número 95 foram autuados e interditados por não cumprirem as exigências dos órgãos envolvidos na ação, principalmente da Vigilância Sanitária. Outros dois hotéis foram fechados no Centro da Cidade.

As irregularidades encontradas foram muitas, problemas estruturais, licença vencida, e num dos estabelecimentos, havia um caderno, onde estavam anotados horários de trabalho das mulheres e o preço cobrado por hora ao cliente, R$10 (Dez Reais). Este caderno caracterizou a exploração da prostituição no local. Uma mulher foi detida, pois estava sem documento.

"Desde março que nós estamos fiscalizando esses hotéis, nessa rua. As reclamações pela utilização da via pública eram inúmeras, pelos freqüentadores desses hotéis. Nos deparamos com a falta de autorização do Poder Publico para funcionar. Duas multas para o nosso hotel, uma multa para o hotel do número 95. Naquele momento exigimos que eles sanassem irregularidades para funcionamento. Nenhum deles tem condição de habitação. Foi decidido o fechamento até que eles apresentem autorização da Vigilância Sanitária, do Corpo de Bombeiros e da defesa Civi"., disse o chefe da fiscalização de Posturas, Francisco Balbi.

Nenhum comentário: