Blog da GCMCGRJ, destinado a mostrar as nossas ações e também para receber criticas e sugestões para cada dia melhor atender a nossa população. Guarda Civil Municipal você conhece você confia.

sexta-feira, janeiro 27, 2012

Homicídios caem 57% em Diadema




O número de homicídios em Diadema caiu cerca de 57% se comparados os anos de 2010 e 2011, segundo informações divulgadas ontem pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. No ano passado, foram registrados 35 assassinatos no município, contra 81 cometidos no período anterior. Foi a diminuição mais significativa entre as sete cidades (veja no quadro ao lado).
O comandante da Guarda Civil Municipal, Emilio D'Ângelo Junior, atribuiu o sucesso ao trabalho contínuo realizado nos últimos dez anos e ao fechamento antecipado dos bares e casas noturnas. "Fazemos operação integrada entre Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil, que resulta nesta diminuição", explicou D'Ângelo Júnior.
Segundo o comandante da GCM, o monitoramento é realizado, principalmente, nos fins de semana. "Fizemos levantamento e vimos que a criminalidade tinha grande elevação aos sábados e domingos. Por isso, resolvemos intensificar ações com maior efetivo durante esses dias", disse. "É importante para aumentar a visibilidade da polícia nas ruas da cidade", completou.
D'Ângelo Júnior afirmou que a Lei Seca, em vigor desde 2002, que obriga bares ou estabelecimentos semelhantes a fechar as portas às 23h, também é um dos fatores que colaboraram para diminuição de homicídios. "Antes da lei constatamos que 60% das ocorrências estavam ligadas diretamente, ou indiretamente, aos bares. Depois da mudança na legislação, foi acontecendo queda gradativa no número. Muitos homicídios acabavam sendo cometidos por motivos fúteis, como discussão em botecos", relatou.
AUMENTO
Na contramão das outras cidades da região, Mauá e São Bernardo foram as únicas a registrar aumento nos casos de homicídios.
O secretário de Segurança Pública de Mauá, Carlos Wilson Tomaz, afirmou que a redução de crimes tem sido debatida e que a Prefeitura pretende fortalecer ações policiais integradas no município.
Benedito Mariano, secretário de Segurança Pública de São Bernardo, pede maior efetivo na cidade. "Precisamos aumentar a presença da policia investigativa e jurídica nas ruas. Isso já vem sendo discutido com o governo do Estado", disse.
Índice está abaixo das médias nacional e estadual
Com a diminuição dos assassinatos no município, Diadema registrou taxa de 9 homicídios por grupo de 100 mil habitantes. O número é bem inferior à média nacional de 22,7. Em toda a América do Sul, o índice é de 25,9.
"É feito trabalho em conjunto entre as policias há bastante tempo na cidade. Esse é o principal motivo para a queda. Hoje, Diadema é vista como cidade- modelo em redução de homicídios. Eram números exorbitantes.
"Os números têm tudo para continuar caindo. Tentaremos chegar a índices semelhantes aos da Europa, (quatro por 100 mil habitantes)". disse o comandante geral da Policia Militar do Estado, coronel Álvaro Camilo. "Foram criados mecanismos tecnológicos para auxiliar nas investigações", completou.
São Bernado e Mauá, únicas cidades da região que registraram aumento de homicídios, possuem taxa de 10,8 e 11 assassinatos a cada 100 mil habitantes, respectivamente, superiores à média estadual.

Nenhum comentário: