Blog da GCMCGRJ, destinado a mostrar as nossas ações e também para receber criticas e sugestões para cada dia melhor atender a nossa população. Guarda Civil Municipal você conhece você confia.

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Após longa espera, inicia a demolição da Casa Terra




A novela que tem como centro do enredo o prédio da antiga Casa Terra, no Centro de Campos, cujo processo para demolição se arrastou por mais de um ano, entrou ontem no capítulo final. Os proprietários dos dois prédios geminados que por décadas abrigaram a loja de móveis na esquina da Rua Carlos de Lacerda com a Praça Batalhão
Tiradentes contrataram uma firma especializada e iniciaram ontem a demolição do prédio secular, que há mais de cinco anos apresenta rachaduras. Operários iniciaram a retirada do telhado e madeiramento. Hoje e amanhã, com um caminhão-munck, um caminhão-caçamba e orientações de um engenheiro, começam a demolição das paredes a partir do segundo piso.
A Defesa Civil municipal fez interdição do trecho da Carlos Lacerda entre a avenida Sete de Setembro e a 21 de Abril e manteve homens no local para orientar os pedestres. “Vamos acompanhar de perto por prevenção. Além dos pedestres, orientamos comerciantes do trecho para evitar as operações de cargas e descargas naquele trecho”, informou o secretário de Defesa Civil, Marco Soares.
Os comerciantes receberam a notícia da demolição com alívio. “Há um ano amargamos prejuízos com a interdição desse trecho da rua. Desta vez esperamos que a demolição aconteça e os fregueses retornem”, disse o comerciante Marco Aurélio Volotão, dono de uma loja de ferragens em frente ao prédio.
Proprietário de galeria de artesanato próxima quase fechou a loja
Em uma galeria de artesanatos próxima do prédio, a artesã e gerente Isa Garcia observa que durante a interdição da rua o movimento caiu 80%. “Vendemos peças e também damos cursos de artesanato, mas nesse um ano de interdição da rua os fregueses ficaram com medo do prédio cair e desapareceram, assim como os alunos dos cursos. As vendas caíram em 80%”, lamentou. Segundo Isa, o proprietário pensou até em fechar, mas com a insistência dela de que com a demolição as coisas podem melhorar, ele resolveu acreditar.

fonte: http://www.odiarionews.net/wordpress/geral/

Nenhum comentário: