Blog da GCMCGRJ, destinado a mostrar as nossas ações e também para receber criticas e sugestões para cada dia melhor atender a nossa população. Guarda Civil Municipal você conhece você confia.

domingo, janeiro 13, 2013

Cobra jiboia agita o sábado de moradores do Parque Prazeres, em Campos

Grupamento Ambiental da Guarda Municipal fez o resgate do animal
 
Moradores da Rua Djalma Lima no Parque prazeres em Campos acionaram o Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal de Campos, na manhã deste sábado (12/01), para resgatar uma cobra jiboia, que já tirava a tranquilidade da vizinhança há uma semana.
A cobra estava numa árvore de uma chácara, nos fundos da casa de Simone Cabral, em um galho que pendia sobre sua laje. Ela e os demais moradores do quintal resolveram esperar que o animal saísse do local naturalmente, mas ao contrário a cobra permaneceu e sem saber se tratava-se de uma espécie peçonhenta ou não, resolveram pedir auxílio ao Corpo de Bombeiros, que declarou que o serviço é atualmente feito pela Guarda Municipal.
A equipe do Grupamento Ambiental fez o resgate da jovem cobra que, segundo um dos agentes estava posicionada de maneira estratégica, rente à extensão do galho, para com o auxílio da camuflagem natural, se alimentar de pássaros ou outros animais. 
Segundo o agente Teixeira Neto, a jiboia não apresenta nenhum risco, por não ser peçonhenta etem ainda a utilidade de se alimentar também de ratos, fato que segundo uma das proprietárias da chácara, Terezinha Moreira, moradora do local há pelo menos seis anos é muito importante, já que a população tem costume de jogar lixo não só nas vias e margem do Paraíba, mas também em seu quintal, pelos muros, mesmo com a coleta regular.

Após o resgate, os Guardas Ambientais levaram o animal para a população admirar. Segundo eles esse contato auxilia a eliminar o medo, já que desta forma eles podem não só reconhecer a espécie, mas também tomar conhecimento do trabalho do Grupamento em casos futuros.
 
A jiboia foi levada para o Núcleo de Estudos e Pesquisas de Animais Silvestres daUniversidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), onde será avaliada e solta após análise de território, que leva em consideração, dentre outros fatores, a população da espécie já existente no local. O núcleo já fez solturas na região do Imbé e em margens de rios, longe das áreas urbanas.
A equipe do Grupamento responsável pelo resgate revelou ainda que mesmo com certa deficiência de equipamentos, como escadas apropriadas, laços e ganchos de longo alcance, sempre atendem aos chamados da população através do 153.

 

fonte - ururau

Nenhum comentário: